PT EN
Quero Visitar Quero Expor

Todas Notícias Voltar

Metalurgia começa hoje em Joinville, SC - Press-kit

Publicado em 18/09/2018 - 09:54  

Thumb post image

Metalurgia concentra tecnologias inovadoras de toda a cadeia de fundição abrangendo máquinas, equipamentos, produtos e serviços

De 18 a 21 de setembro, em Joinville/SC, evento reúne feira e congresso, workshops, competição de solda em realidade aumentada, encontros setoriais e rodada de negócios

Joinville, setembro de 2018 – De 18 a 21 de setembro, empreendedores e profissionais da indústria de fundição brasileira, reúnem-se em Joinville para a Metalurgia 2018 – Feira e Congresso Internacional de Tecnologia para Fundição, Siderurgia, Forjaria, Alumínio e Serviços. São 120 expositores vindos de 39 diferentes cidades do Brasil, além da China, Espanha e Itália, que ocupam área de 8.000 m² de exposição no Centro de Convenções e Exposições Expoville. A expectativa é receber um público de 12 mil visitantes vindos, principalmente, dos estados brasileiros com a maior relevância no mercado de fundição – SC, PR, RS, SP e MG – e gerar cerca de R$ 300 milhões em negócios a partir da feira e nos 18 meses seguintes.

Realizada a cada dois anos, a edição de 2016 contemplou o auge da crise e mesmo assim cumpriu a sua missão. “Agora, com o cenário mais favorável, observamos que as empresas buscam tecnologias inovadoras para produzir mais com menos recursos”, avalia Richard Spirandelli, diretor da Messe Brasil, organizadora do evento. Dedicado a fornecedores das indústrias de metalurgia, fundição, alumínio, siderurgia e serviços, a Metalurgia 2018 recebeu um incremento, com a adesão de 53 novas marcas.

A feira conta ainda com uma série de eventos simultâneos como o congresso técnico Cintec Fundição, organizado pela Unisociesc e voltado para os desafios da indústria 4.0. Pela primeira vez terá Wokshops gratuitos promovidos pelos expositores com temas ligados as tecnologias e inovações do setor, em 16 palestras. Outra novidade é o Espaço Portal do Aquecimento Industrial, integrado à feira, que aborda assuntos relacionados à indústria 4.0, aquecimento industrial e tecnologias voltadas às fundições, além de oferecer 18 palestras gratuitas. Juntas, as palestras dos workshops de expositores e do Portal do Aquecimento somam 36 horas de conteúdo especializado gratuito para profissionais do setor.

Uma iniciativa inédita será levada para a Metalurgia 2018 pelo SENAI e Weld Vision, o Projeto Solda em Realidade Aumentada. Disponibilizado no estande do SENAI, o espaço promete ser a sensação da feira e o público poderá manipular o simulador de solda em realidade aumentada. Desenvolvido pela Weld Vision, o equipamento tem a capacidade de simular um processo real na mesma posição do campo de soldagem real, mas tudo em ambiente virtual. Haverá também um concurso de soldas para estudantes previamente inscritos.

A Rodada de Negócios é outra inovação que reúne à mesma mesa compradores e vendedores do segmento, uma oportunidade de conhecer novas soluções e fornecedores, e de consolidar negócios com facilidade e rapidez. A ABIFA realiza ainda a reunião plenária para associados, com apresentação dos resultados do setor, e por meio do COINFU, grupo de Não Ferrosos e Fusão/Refratários, realiza Workshops.

Juntas, todas essas atividades fazem da Metalurgia um evento completo e devem atrair um público altamente qualificado em ambiente próprio para negócios e acesso aos mais recentes lançamentos e tecnologias do mercado. “Esse é o único evento do setor no Brasil que, além de visita à feira, oferece capacitação profissional por meio de palestras e workshops, e agilidade em fechamento de negócios por meio da rodada”, destaca Spirandelli. A sede do evento é outro ponto favorável, por ocorrer no centro dos estados mais industrializados do país, equidistante dos polos brasileiros de Metalurgia do RS, PR e SC, e na cidade que concentra uma das principais fundições do mundo, motivos que asseguram o seu sucesso entre expositores e profissionais do setor.

Organizada pela Messe Brasil, a Metalurgia é uma realização da ABIFA (Associação Brasileira da Fundição) e têm o apoio da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), da ABIMEI (Associação Brasileira dos Importadores de Máquinas e Equipamentos Industriais), do ICZ (Instituto Brasileiro de Metais Não Ferrosos), da Sociedade Brasileira de Metrologia e da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

 

Público pode simular solda em realidade aumentada na Metalurgia

Experiência será disponibilizada no estande do SENAI em parceria com a Weld Vision

Uma iniciativa inédita será levada para a Metalurgia 2018 pelo SENAI e Weld Vision, o Projeto Solda em Realidade Aumentada. Disponibilizado no estande do SENAI, o espaço promete ser a sensação da feira e o público poderá manipular o simulador de solda em realidade aumentada. Desenvolvido pela Weld Vision, o equipamento tem a capacidade de simular um processo real na mesma posição do campo de soldagem real, mas tudo em ambiente virtual.

O simulador de solda é utilizado por indústrias para capacitação de profissionais e em laboratórios de escolas técnicas para aulas práticas dos cursos de soldador. A solda pode ser simulada virtualmente nos três processos: Eletrodo, TIG e MIG/MAG. Joacy Alcântara Neto, especialista de operação do simulador da Weld Vision, explica que o treinamento com o simulador garante a prática e habilidade necessária para desenvolver uma situação real, com a vantagem de otimizar o tempo de treinamento do profissional ou estudante, reduzir o consumo de energia, dispensar o uso dos consumíveis de soldagem e peças de trabalho, não emitir gases e não expor o aluno ou profissional em treinamento a condições de risco. “Quando vai para o ambiente fabril o soldador tem os conhecimentos necessários para executar os processos de operação com precisão, na posição e distâncias adequadas e com a postura ideal”, reforça.

O equipamento é formado pelo simulador Weld Vision, software vitalício, máscara leitora de realidade aumentada, luvas, tocha MIG, tocha TIG, porta eletrodo, peças de simulação cilíndricas e planas, suporte de fixação e posicionamento das peças de simulação, simulação para solda em aço carbono, e na versão PRO para alumínio e inox, além de caixa de transporte.

Concurso de solda em realidade aumentada para estudantes

Durante a Metalurgia, o SENAI e Weld Vision também realizam o concurso de solda em realidade aumentada, para 21 estudantes inscritos. Em grupos de três, cada aluno solda dois tipos de junta em cada processo – Eletrodo, TIG e MIG/MAG. Um comissão de professores do SENAI e da Weld Vison fará a avaliação do resultado na tela do computador. Serão considerados os critérios de uso adequado dos EPIs, velocidade, trajetória e distância do arco, descontinuidades (que revelam defeitos de respingo, porosidade, falta de penetração e mordedura) e acabamento.

As sessões do concurso serão realizadas às 15h e 19h, de terça (18) a quinta (21), e às 15h na sexta-feira (22). Às 19 horas, de sexta-feira, serão divulgados os resultados com premiação dos vencedores. Para o professor do SENAI Célio Cabral Filho, especialista em soldagem, o simulador de solda em realidade aumentada mudou o jeito de dar aula. “O aluno tem mais liberdade, autonomia e responsabilidade em uma condição ideal de aprendizado. O equipamento minimiza os erros na prática e possibilita o uso dos parâmetros adequados”, explica.

Vídeo do simulador em realidade avançada: https://youtu.be/y3CgN8e8g-I

 

Workshops técnicos atraem público qualificado

Novidade na Metalurgia 2018, os workshops gratuitos, promovidos por expositores, trazem conteúdo técnico qualificado ao evento e devem atrair um número ainda maior de visitantes qualificados. A Metalurgia 2018 – Feira e Congresso Internacional de Tecnologia para Fundição, Siderurgia, Forjaria, Alumínio e Serviços, será realizada de 18 a 21 de setembro, em Joinville, SC. Confira a programação dos workshops:

18 de setembro – terça-feira

18h – Diferenciais da VCM no Processo de Calderaria – Palestrante: Carlos Roberto Valim – VCM CALDERARIA

O workshop evidencia que reinventar também é inovar e que, nos setores mais saturados, pode estar um enorme potencial de inovação. “Justamente porque estão saturados, os processos costumam ser ineficientes e os principais players já estão acomodados. É o ambiente ideal para inovar e se diferenciar no mercado”, explica Valim. “Fora da caixa é o melhor ângulo para enxergar as melhores oportunidades”, acrescenta.

19h – Soluções e Tecnologias para análise elementar de metais – Carlos Eduardo Rabelo Esteves – LABCONTROL

19 de setembro – quarta-feira

15h – A digitalização do processo térmico faz com que seus fornos falem com você – Palestrante: Claudio Henrique Goldbach – PERFILTERMICO

“Faça o seu forno falar com você!” foi o case foi vencedor do Innovation Award no Future Aluminium Forum, realizado em maio, na Itália. A TERMICA Solutions foi premiada por transformar fornos em equipamentos 4.0. Em sua palestra Goldbach demonstrará um exemplo prático de como é possível digitalizar todos os fornos da planta de uma empresa, operando-os no conceito da indústria 4.0, com monitoramento remoto das atividades e evitando exposição de profissionais a atividades de risco.

16h – As vantagens do uso de inoculates com extronsio e alumínio na fabricação de ferro fundido cinzento – Palestrante: Rob Logan – ELKEM

17h – Recuperação de alumínio para reciclagem – estado da arte em tecnologias de separação por EddyCurrent – Palestrante: Leandro Campos Araújo – STEINERT

A tecnologia desenvolvida pela STEINERT para a separação de materiais em processo de reciclagem de alumínio será demonstrada no workshop. Será detalhado como ocorre a separação por correntes de Foucault (Eddy Current), usada para separar materiais metálicos não magnéticos e condutores de materiais não condutores. “Nesse sentido, a linha STEINERT Eddy Current fornece a base econômica para todos os sistemas de reciclagem que envolve a extração de metais não ferrosos, graças à sua confiabilidade, vida útil longa e excelentes resultados operacionais”, explica Leandro. Os equipamentos STEINERT foram desenvolvidos para atender as mais diversificadas aplicações, incluindo a separação de embalagens, escórias, sucata eletrônica, lixo urbano, lascas de madeira, entre outros materiais.

18h – Alternativas e soluções para análises químicas em metalurgia – Palestrante: Alexandre Braga da Silva – SHIMADZU

19h – Zamac: principais aplicações e desenvolvimento de mercado - Palestrante: Eng. Patrícia Bordon Sarac – ICZ

20h – Coach na Liderança! Em qualquer Tempo – Palestrante: Franco Sales – FTA

20 de setembro – quinta-feira

15h – Benefícios do uso de inoculante com bismuto na fabricação de ferro fundido nodular – Palestrante: Antonio George e Paulo Bataier - FROG Minerais

Exemplos práticos do uso de inoculante com bismuto na fabricação de ferro fundido nodular e os resultados do uso dessa solução em processos produtivos. Entre os benefícios destacam-se o aumento de nódulos, a melhora da modularidade, homogeneização do tamanho dos nódulos, melhor distribuição dos nódulos e aumento das propriedades mecânicas.

16h – Inspeção de raios X. Soluções por Fluroscopia e Tomografia Computadorizada – Palestrante: Carlos Sergio Abib – SHIMADZU

A inspeção por Raio-X é um método de análise não destrutivo que permite a obtenção de imagens termográficas em 3D de peças e materiais, possibilitando a observação da estrutura interna com grande riqueza de detalhes, em função da grande ampliação das imagens. Dessa forma, é possível visualizar e medir características internas complexas, sem demonstrar ou danificar as peças/materiais, o que reduz o tempo de inspeção e facilita o rastreamento de defeitos de fabricação. Em virtude dessas características, a técnica é amplamente utilizada em muitas áreas de pesquisa e desenvolvimento, para análise morfológicas e de alternância de estrutura e, para controle de qualidade relacionados à inspeção de pré-produção, análise de falhas e inspeção de lotes.

17h – Uso do Carbeto de Silício em Processos de Fundição de Ferros Fundidos – Palestrante:  Klebson Luiz Silva – SAINT-GOBAIN

Oportunidade para os profissionais do setor compreenderem todos os efeitos do carbeto de silício no processo produtivo em fundição de ferro fundidos. O carbeto de silício (SiC) é um componente inorgânico formado a partir da ligação entre um átomo de silício e um átomo de carbono com coordenação tetraédrica. O carbeto de silício metalúrgico é utilizado como fonte de silício e carbono com baixos níveis de impureza e proporciona uma melhor nucleação no ferro fundido.  O grão de carbeto de silício metalúrgico tipicamente possui uma granulometria de 0x10mm e é utilizado em fundições em fornos a indução. Sua pureza pode variar de 70% a 96% dependendo da necessidade de cada fundição. O carbeto de silício também pode ser utilizado na forma de briquete em fornos cubilô.

18h – Novas tecnologias de separação de gases atmosféricos para uso na indústria metalúrgica – Palestrante:  Otávio Budal – PCIGASES

19h – Impregnação de Metais com Tecnologia Italiana – Palestrante:  Cisotto Giorgio – VL Impregnação

21 de setembro – sexta-feira

15h – Soluções e Tecnologias para análise elementar de metais – Carlos Eduardo Rabelo Esteves – LABCONTROL

16h – Termopares e Pt-100: A importância do cálculo de ressonância em poços de proteção e o dimensionamento da imersão dos sensores em aplicações como tubulações, tanques e fornos – Eduardo Toselli – COMTEMP

17h – Tratamento térmico a vácuo x banho de sal – Eng. Luciano Lobo de Almeida Baracho - TECNOTEMPERA

As vagas são limitadas e as inscrições estão disponíveis no site da feira: http://www.metalurgia.com.br/congresso

 

Espaço Portal Aquecimento Industrial debate tecnologias térmicas

Enriquecendo ainda mais a principal feira do setor metalúrgico no Brasil de 2018, o Portal Aquecimento Industrial fechou uma parceria inédita com a Metalurgia, para organização do Espaço Portal Aquecimento Industrial. Em área de 90m² serão apresentadas 15 palestras técnicas gratuitas proferidas pelos especialistas da engenharia do Portal, junto de outros profissionais renomados no mercado, nos 4 dias do evento. Além disso, no dia 20 haverá um debate com o tema “Tratamento Térmico”, que será transmitido ao vivo.

Com apoio da ABII (Associação Brasileira de Internet Industrial), da ABIMAQ (Associação Brasileira de Máquinas e Equipamentos), do Instituto de Metais Não Ferrosos e do ICZ (Instituto de Metais Não Ferrosos) o Espaço Portal Aquecimento Industrial é um ambiente de formação, reflexão e debate sobre temas fundamentais das tecnologias térmicas. O objetivo dos realizadores é impactar positivamente a trajetória profissional dos visitantes e participantes, seguindo a missão de suprir a demanda por informação e conteúdo relevante para os profissionais deste setor industrial.

O Portal Aquecimento Industrial é a primeira plataforma exclusivamente pensada e dedicada a ser uma fonte de informação e conhecimento relevante e permanente sobre o setor de tecnologias térmicas, abrangendo as áreas de forjaria, conformação e estampagem, fundição, novas tecnologias, siderurgia, solda e união, usinagem, tratamento térmico e gestão. Confira a programação:

18 de setembro – terça-feira

14h30 – Desmistificando a Internet Industrial e a Industria 4.0 – Claudio H. Goldbach, Diretor – Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) – Palestra ABII – Associação Brasileira de Internet Industria

15h30 – Simulação Comptacional e Redução de Custos em Processos Metalúrgicos de Fabricação – Gerson Beckert, Diretor – Beckert Simulação Numérica

16h30 – DynaPredict – Solução Turn-Key & Plug and Play de monitoramento de vibração e temperatura para manutenção preditiva – Gustavo Bav Gonsalves, Gerente Executivo – Sensorville

17h30 –Fusão por indução com eficiência e segurança – Edison Almeida, Diretor – Unica Consulting

18h30 – Lança de Nitrogênio/Metanol – Atomização inteligente de alta performance e pronta para a indústria 4.0 – Renato Pereira, Engenheiro de Aplicações e Desenvolvimento – Air Products

19 de setembro –quarta-feira

14h30 – Brasagem a Vácuo em Ligas Metálicas – Luciano Micheletto, Diretor – LMTerm

15h30 – Software de Simulação de Laminação, Forjamento e Tratamento Térmico - Oswaldo Ravanini, Diretor – Autolens

16h30 – Tecnologia de Materiais Refratários: como fazer sua empresa lucrar com o custo x benefício – Fernando Valenzuela, Engenheiro e Mestre de Materiais – ZTech Refratário

17h30 – STANGE: Software da simulação de nitretação e cementação dos aços – criação de receitas, cálculo de tempos, informação de resultados metalúrgicos para os práticos não científicos – Thomas Kreuzaler, Diretor

18h30 – Os fenômenos térmicos na retificação de precisão – Angelo Valdir Lanza, Consultor Técnico – All Lubrificantes

20 de setembro –quinta-feira

14h30 – Um flash sobre o tratamento térmico dos aços rápidos – Luiz Roberto Hirschheimer, Especialista da Engenharia – Portal Aquecimento Industrial

15h30 – Tratamento térmico em Superligas – Adimilson da Silva – Delphi Technologies

16h30 – Boas práticas para o tratamento térmico dos aços ferramenta – Cristiane Gonçalves – Villares Metals

17h30 – Distorções dimensionais nos tratamentos térmicos dos aços – Uma visão prática – Shun Yoshida – Combustol

18h30 – Debate com transmissão ao vivo

21 de setembro –sexta-feira

14h30 – Digitalização e gerenciamento remoto de laboratórios metalográficos – Philipi Torres, CTO - LiteLiMS

15h30 – Medição, controle, acionamento e registro de temperaturas em fornos industriais – Palestra Contemp

16h30 – Faça o seu forno falar com você – Claudio H. Goldbach, Diretor – TermicaSolutions

17h30 – Controle de processos de tratamento térmico por indução – Fernando Vieira, Supervisor de Operações de Tratamento Térmico por Indução – InductothermGroup

Informações sobre as inscrições estão disponíveis em: www.aquecimentoindustrial.com.br/metalurgia.

 

Congresso de fundição está direcionado aos desafios da indústria 4.0

Um dos temas mais comentados atualmente no meio industrial, em todo o mundo, está no debate central do CINTEC 2018 Fundição. A conferência de abertura “Os desafios da fundição 4.0”, dia 18 de setembro, às 19h, será conduzida pelo consultor Luis Carlos Guedes. O evento é organizado pela Unisociesc e acontece simultâneo a feira.

As palestras técnicas estão divididas por macrotemas e começam com “Novas Tecnologias e Inovação Industrial”, dia 18. Às 16h, Cristiano José Piletti, da ArcelorMittal Vega, apresenta “Indústria 4.0 aplicada à gestão de ativos – Estudo de caso ArcelorMittal Vega”. Às 16h40, Claudio Fernandes de Castro, da Schaeffler Brasil, destaca “Novas Tecnologias no Processo Industrial e a Industria 4.0 – Cases”. Às 17h20, Fernando Mauri, da InductothermGroup Brasil, aborda “Novas tecnologias no processo de fusão por indução para fundição e a Indústria 4.0”.

O segundo dia (19/09) é voltado para “Eficiência Industrial”. Às 16h, Marcelo Francisco Pinto, da PPI Multitask, aborda “Fazendo acontecer a Indústria 4.0 no Brasil”. Às 16h45, Vicente Marcello Massaroti, da Vtech, apresenta “Novas tecnologias na metrologia óptica aplicadas na produção de peças fundidas, uma visão mundial”. Às 17h30, Luiz Roberto Galhardo Egreja, da 3S Dassault Systems, fala sobre “O renascimento industrial - Desafios e oportunidades no mercado da fundição”. A programação encerra com Marco Aurélio WobetoMeller, da WEG, destacando “A viabilidade do uso de energia eólica em plantas industriais”.

O último dia do congresso (20/09) é voltado para “Manufatura Avançada”. Às 16h, Ana Carolina Franco, da Elipse Software, apresenta “Novas tecnologias em sistemas supervisionados aplicados a indústria 4.0”. Às 16h45,Camilo Bento Carletti, da Cartepillar, fala dos “Desafios da inserção do conceito de indústria 4.0 no setor de fundição”. Às 17h30, José Retorta Garcia, da ABB, demonstra “Robots Colaborativos e Sistemas de Inspeção”. E a programação encerra às 18h15, com Adrian Lucas Los, da WEG, abordando “Metodologias para redução de perdas em fornos elétricos à indução”.

A programação conta ainda por Minicursos. Nos dias 18 e 19, das 8h às 12h, as opções são “Inovações em gestão de sistemas de areia verde no processo de fundição”, com Marcelo Medeiros, Adriano Koerich e Edervaldo Silva, da Calriant, e “Inovações tecnológicas em ferramentas de corte para usinagem de ferros fundidos”, com Aldeci Vieira Santos, da Sandvik. Nos dias 21 e 21, a programação contempla “Aglomerantes químicos de fundição”, com Roberto Lopes Castro, da Foseco, e “Manutenção de fornos a indução e operação em fornos a indução”, com Ademir de Figueiredo, da InductothermGroup do Brasil.

 

Rodada de Negócios amplia possibilidades de novas parcerias e contratos

Uma prática crescente nas feiras organizadas pela Messe Brasil é a realização da Rodada de Negócios, onde compradores e vendedores sentam à mesa para negociações com preços e financiamento facilitado, ampliando as oportunidades de consolidar negócios e parcerias durante o evento. Na primeira Rodada da Metalurgia estão confirmados os compradores: Tupy, Schulz Automotive, LS Tractor, ArcelorMittal, Ciser e Marcopolo. São aguardados 40 fornecedores que devem possibilitar mais de 500 agendas de reuniões de negócios. A rodada será realizada nos dias 19 de setembro, das 14h30 às 20h.

 

Reunião plenária da ABIFA e resultados do segmento

Tradicionalmente realizada na sede da entidade, em São Paulo, a ABIFA – Associação Brasileira de Fundição, aproveita a Metalurgia para realizar a sua reunião plenária de diretoria, no dia 18 de setembro, às 17h, na sala Tulipa, do Centro de Convenções e Exposições Expoville. O objetivo é estar mais próximo dos associados e das empresas do segmento industrial. A pauta contempla a apresentação dos resultados do setor no mês de agosto, parcerias da ABIFA, preparativos para o CONAF/FENAF/BRICS 2019, entre outros assuntos relacionados ao setor.

 

COINFU grupo Não Ferrosos e Fusão/Refratários promove Workshop

A Comissão Intermunicipal de Fundição – COINFU da ABIFA reúne-se em Joinville, durante a Metalurgia, e promove workshops sobre temas ligados aos grupos não ferrosos e fusão/refratários. O evento será realizado dia 20 de setembro na Sala Acácia, no Centro de Convenções e Exposições Expoville, das 14h às 18h.

O engenheiro civil e elétrico, Fernando Dalmônico, abre a série de palestras com o tema “Compensação de energia elétrica por micro e mini geração distribuída”. Em seguida, o técnico de manutenção elétrica da Tupy, Vanderlei dos Passos, demonstra “As ações das correntes elétricas de bobinas de fornos à indução”. A terceira palestra com Flávio Viana, engenheiro de aplicação da Vesuvius, aborda “A economia de energia através do revestimento de panelas”. Para fechar o evento, Marco AntonioDemarchiPetroski, gerente de vendas e engenheiro de aplicações da Jetco do Brasil, detalha “Limpeza técnica, soluções em jateamento com gelo seco”.

O evento é gratuito e a participação deve ser confirmada com Rangel pelo e-mail rangel@abifa.org.br ou pelos fones 47 3461-3368 e 99181-7590.

 

AMAFOND participa da Metalurgia com três empresas da Itália

A AMAFOND – Associação Italiana dos Fornecedores de Fundição, participa da Metalurgia com três empresas – Idra, Fomet e Progelta. As indústrias são fornecedoras de máquinas e equipamentos com tecnologias de ponta para automatização de processos e modernização de parques fabris de fundição e presença consolidada no mercado internacional.

A Idra é uma indústria de referência no desenvolvimento de tecnologias voltadas para a fundição sob pressão e fabrica máquinas de pequena tonelagem e grandes células totalmente automatizadas para a indústria automotiva. A empresa conta com equipe de vendas e assistência técnica presentes em todo o mundo.

A Formet é uma empresa líder de mercado na produção de fornos de indução e sistema de vazamento automático, com soluções para grandes fundições e pequenas empresas. Atende indústrias dos segmentos de cobre e latão, torneiras, acessórios, medidores de água, válvulas, entre outras.

Fornecedora de equipamentos para o mercado de fundição e automação, a Progelta tem presença consolidada no mercado global por meio de tecnologias inovadoras, sistemas automatizados e atendimento a grandes grupos industriais. Entres a soluções estão equipamentos de vazamento automático, de movimentação e transporte de panelas de ferro fundido, sistemas automáticos de inoculação e esferoidização, queimadores de pré-aquecimento, sistemas de dosagem e modernização de plantas de fundição.

A AMAFOND foi criada em 1946, por iniciativa de um grupo de empresas do setor de fundição e atualmente reúne as mais qualificadas indústrias italianas de plantas de fundição, máquinas, fusão e fornos industriais e produtos para o segmento.

 

Sobre os expositores

Soluções em análise e medição de materiais e processos

A fabricante de espectrômetros Anacom expõe na Metalurgia os equipamentos utilizados no controle de qualidade das ligas metálicas em fundições e fabricantes de peças metálicas e no recebimento de matéria-prima. Os equipamentos são compactos, fáceis de operar e contam com tecnologia avançada e componentes confiáveis e certificados, atendendo as necessidades do mercado nacional de fundição e beneficiamento de metais. O processo produtivo conta com técnicas voltadas para reduzir o impacto no uso de recursos do processo produtivo como energia e matérias-primas e redução de rejeitos. A empresa tem um histórico de inovação, sendo pioneira no desenvolvimento do Bill-OES, equipamento que analisa materiais não-ferrosos. Mais tarde evoluiu para a versão B2 com novo design, mais compacto e calibrado com padrões internacionais. A evolução seguinte o B2 Advanced criado para analisar materiais -ferrosos e suas ligas, incluindo determinações precisas de enxofre, fósforo e carbono. A Anacom Científica é a única fabricante de espectrômetros de emissão óptica da América Latina.

Os espectrômetros Bruker, de origem alemã, com sensores do tipo CCD e fotomultiplicadora, são o destaque da BSW Tecnologia no estande da Metalurgia. Os equipamentos são utilizados para análise química de metais ferrosos e não ferrosos em fundições, indústrias de transformação, siderúrgicas e pesquisas. Além do alto desempenho analítico, contam com software de fácil operação, função PMI para identificação e classificação de ligas, entre outros recursos.

A Labcontrol lança na Metalurgia os Analisadores de Elementos Metálicos de Raio-X e OES com exclusividade da marca HITACHI. Os analisadores proporcionam aumento de produtividade com soluções inovadoras para controle de qualidade, inspeção, e setores correlacionados na área de fundição, metais, aço e sucatas. A Labcontrol atua há mais de 20 anos priorizando a garantia de satisfação dos clientes do pré ao pós-vendas em diversas áreas industriais tais como indústrias siderúrgicas, metalúrgicas, automotivas, minérios e análise elementar na produção de ferro ligas, aço inox, cobre, zinco, níquel, alumínio, tungstênio, cerâmica, cimento e sucatas.

A ampla linha de instrumentos analíticos indispensáveis para pesquisa, desenvolvimento e controle de qualidade em diferentes segmentos estará em evidência no estande da Shimadzu na Metalurgia. Essa linha de instrumentos inclui cromatógrafos, espectrômetros, sistemas de análise elementar e de superfície. Além disso, dispõe de equipamentos para testes físicos com alta precisão e tecnologia de medição que são essenciais para o desenvolvimento e qualidade do produto. A Shimadzu Corporation está estruturada em quatro principais áreas de negócios: instrumentos de análise e de medição, aparelhos médicos, equipamentos para aeronáutica e industriais.

A TERMICA Solutions, empresa da PERFIL Group, lança na Metalurgia o hardware Br@ain Box com diferenciais de alta capacidade de processamento e conectividade. Com IO’s digitais e analógicos, aliados aos protocolos de comunicação Modbus TCP/IP e Profinet, oferece facilidade de digitalizar fornos e estufas industriais, garantindo total transparência ao processo. O Br@ain Box alia a tecnologia embarcada do ReMo – Remote Monitoring, o software de monitoramento remoto desenvolvido especialmente para equipamentos térmicos, com base no know-how da empresa adquirido em mais de 20 anos de experiência. A combinação do Br@ain Box e o ReMo simplifica monitorar e registrar variáveis como temperatura, vazão, pressão, consumo de energia, entre outros índices. Os desvios do processo são facilmente detectados com alertas enviados por mensagens de texto aos usuários. Os dados são armazenados localmente e diretamente na nuvem de forma contínua e são tratados e transformados em informações, com possibilidade de busca-los rapidamente e avaliar processos contínuos ou de batelada. O software e a base de dados acumulada criam uma inteligência artificial, quando os equipamentos passam a tomar a própria decisão. Além disso, todos os desvios de processos são informados à equipe de manutenção, sugerindo as prováveis causas desses desvios.

 

Soluções em máquinas e equipamentos

Representante exclusiva da ABP Induction, no Brasil, a GoBR Solutions destaca os equipamentos para abastecimento de fornos que seguem alto padrão de segurança e eficiência energética. O objetivo é desenvolver um sistema cada vez mais automático e independente, reduzindo a presença humana para o abastecimento de fornos e nas demais áreas de riscos maiores. Entre os destaques estão fornos fusores de média frequência com capacidades de até 65 tons/h, sistemas de segurança e modernizações de instalações existentes. O equipamento conta com um sistema de exaustão com abertura frontal e traseira para captação de gases tanto nos carregamentos quanto em vazamentos. O processador de fusão ou aquecimento ajuda o operador no seu trabalho buscando alcançar as melhores taxas de fusão/aquecimento, economizando energia e reduzindo períodos ociosos. Tudo isso pensado em não agredir ou minimizar os impactos às pessoas e ao meio ambiente.

Especializada em fabricação, manutenção, instalação e locação de equipamentos eletromagnéticos a CHB Eletroímãs expõe na Metalurgia sua expertise na área e o diferencial de oferecer a garantia estendida de dois anos. O departamento de engenharia conta com profissionais especializados que identificam as necessidades do cliente e desenvolvem projetos personalizados para a demanda. Faz todo o acompanhamento de start up do projeto, dispondo de todo o knowhow. Dispõe de produtos para fixação de peças de ferro em ferramentarias e usinagens, separação de contaminação ferrosa, proteção de equipamento e maquinário, transporte de chapas de ferro em geral, billets e vergalhões. Entre as inovações da CHB Eletroímãs está a nova linha de equipamentos sem óleo, com eletroímãs para uso no fundo de baías para separação de ferro e terra com a finalidade de descontaminar o solo.

A Contemp lança na Metalurgia as câmeras termográficas fixas para monitoramento térmico contínuo de processos de fundição e envase do ferro e aço, tratamento térmico de peças metálicas e processamento do vidro. Compactas e robustas, as câmeras disponibilizam recursos únicos como software “free” para monitoramento on-line, registro e tratamento de vídeos e imagens, interface de comunicação com sistemas de registro e controle: supervisórios e CLPs e linha completa de acessórios e periféricos. A Contemp, no mercado há mais de 30 anos, desenvolve e fabrica equipamentos eletrônicos e sensores, e presta serviços de calibração e suporte técnico, soluções para medição, controle, acionamento, monitoramento e calibração de processos de temperatura industrial, com foco em grandes indústrias de variados segmentos, fabricantes de máquinas e equipamentos, integradores e revendedores. Mantendo o alinhamento às normas vigentes, os equipamentos, sensores e serviços de calibração Contemp cobrem as exigências da CQI-9, norma referência para o processamento térmico de peças metálicas da cadeia automobilística. A Contemp atende, na exatidão exigida, a medição, controle, registro e calibração de temperatura em fornos e equipamentos complementares do processamento térmico.

Representante das marcas 3M, Tyrolit, Dupont, Ansell e Lincoln Elecctric, a Corsul divulga sua expertise em atender clientes por meio de soluções em produtos diversos e ideais para as necessidades. Leva para a feira as mais recentes novidades das marcas que representa e as soluções já conhecidas no mercado, além de atuar com produtos de qualidade, a Corsul com sua equipe técnica preparada para o atendimento e para entregar a solução mais adequada para o resultado que o cliente espera. A variedade de produtos vai de insumos, máquinas e equipamentos e itens de segurança para qualquer segmento do mercado. A empresa dispõe de equipe de vendas interna, externa e técnica e lojas nos três estados do Sul, além de lojas in company em grandes players do Brasil.

Granalhas de aço inoxidável, zinco e alumínio para jateamento de metais não ferrosos são o destaque da Deumex na Metalurgia. Distribuidora exclusiva da Vulkan Inox, a empresa dedicada no desenvolvimento de novas soluções para jateamento buscando melhor custo benefício através de granalhas de maior eficiência e vida útil e redução no tempo de parada de máquina por manutenção com desenvolvimento em peças com ligas especiais para maior durabilidade no equipamento. Comercializa diferentes tipos de granalhas como: - granalhas de aço inox angular e esférica; granalhas de arame de zinco, alumínio, aço inox e aço carbono entre outros. Visando melhor confiabilidade junto aos clientes dispõe de materiais a pronta entrega com acompanhamento de equipe técnica especializada, mantendo o foco na qualidade e no desenvolvimento do melhor custo-benefício para os processos produtivos.

Líder no segmento de exaustão e ventilação e de origem italiana, a Euroair expõe na Metalurgia modernos sistemas de exaustão, com a tecnologia mais avançada na Europa, desde 2001 disponível no Brasil. A empresa fornece sistemas de exaustão, retenção e depuração de poluentes de várias naturezas como material particulado, odores, aerossóis, névoas, gases e vapores nocivos, nos mais variados processos industriais. São utilizadas diferenciadas tecnologias de filtragem a seco como filtros de manga, filtros cartucho, demisters, filtros de carvão ativado e ciclones, e sistemas de filtragem a úmido como lavadores de gases e scrubbers. A Euroair atua também, na concepção de sistemas de transporte pneumático e sistemas para renovação de ar e remoção de calor. Outra linha é a fabricação de cabines de pintura via seca e via úmida dos mais variados tamanhos.

As tecnologias e soluções inovadoras utilizadas e aperfeiçoadas continuamente pela Euromac e de origem italiana estarão em evidência no seu estande da Metalurgia. A linha de máquinas, equipamentos e sistemas atende as necessidades do segmento de fundição, nas mais variadas áreas produtivas. Dispõe de equipamentos para fusão como sistemas de carregamento de fornos, adição de ferro e ligas, sistemas de transporte, transferência, tratamento e vazamento de metais. Para a moldagem desenvolve linhas horizontais com caixas para areia verde, sopradoras de machos e moldes, misturadores, linhas fast loop, regeneradores de areia e periféricos. Para engenharia desenvolve projetos especiais de acordo com as necessidades do cliente e projetos em regime turn-key job, que abrange todo o processo, do desenvolvimento a entrega do produto ou serviço.

Pioneira no Brasil na fabricação de tecidos a partir de fibra de vidro para isolamento térmico, a Fibertex® lança na Metalurgia o cobertor anti-chama de isolamento térmico com capacidade de apagar pequenos incêndios. Feito em tecido de alta resistência térmica, suportando até 500⁰C a novidade é 100% anti-chama. Quando jogado sobre uma pessoa ou objeto em chamas, o cobertor corta o fornecimento de oxigênio e rapidamente apaga o fogo. Seu uso é indicado para residências, cozinhas industriais, restaurantes, hotéis, shoppings centers, casas de shows, entre outros ambientes. O cobertor não é danificado pela maioria dos ácidos e agentes corrosivos, exceto ácidos hidrofluorídricos, fosfóricos e álcalis concentrados. Possui bom comportamento sob atmosferas oxidantes e redutoras. Se molhado com água, as propriedades térmicas e físicas do cobertor anti-chama Fibertex® são restabelecidas após secagem. Outra solução de destaque nessa linha é o isolamento térmico removível projetado para obter o máximo rendimento térmico, diminuindo gastos com combustíveis energéticos, além de reduzir o desgaste de equipamentos e tubulações isolados, prolongando sua vida útil. Entre as vantagens destacam-se ainda, melhores condições de trabalho para os funcionários e excelente manuseio para manutenção e inspeção em função da facilidade de remoção e reinstalação da almofada ou jaqueta.

Especializada no fornecimento de geradores para as mais diversificadas aplicações, a Gruger lança na Metalurgia torres de iluminação com quatro refletores LED para assegurar mais economia e eficiência ao sistema e módulos com sistemas de monitoramento remoto para acompanhamento mais preciso do funcionamento de todo o sistema. As torres de iluminação são ideais para iluminação de eventos, shows e áreas externas de grandes dimensões, com fácil manuseio, resistência e grande alcance de iluminação, abrangendo áreas de mais de 28 mil m². Os grupos de geradores podem ser utilizados como fonte principal ou secundária e a empresa avalia a necessidade contemplando as variáveis na aplicação, desde condições ambientais, análise das grandezas elétricas da carga, custos de energia, regime de operação e manutenção, entre outros aspectos.

A Icetech evidencia a tecnologia de jateamento com gelo seco, com uso recente no mercado brasileiro, consolidada nos EUA e Europa, há mais de 30 anos. A tecnologia é utilizada na limpeza de grandes superfícies contaminadas com graxa, resina, plásticos, borrachas e os mais diversos contaminantes, podendo ser utilizada em praticamente todos os segmentos industriais. O processo funciona por meio de energia cinética provocada pelo impacto das partículas de gelo seco aceleradas a velocidades supersônicas. Diferença de temperatura, pois o gelo seco possui temperatura de -78⁰C, o que cria uma zona de choque térmico, contraindo a camada de impureza e desprendendo-a do material base. O efeito da sublimação, que é a passagem de seu estado sólido diretamente para o estado gasoso, quando ocorre uma expansão de aproximadamente 800 vezes o volume da molécula de CO2, agindo como se ocorresse uma microexplosão em cada molécula do elemento impactante, no caso o gelo seco. Entre os diferenciais, comparando-se a outras técnicas, está o fato de não gerar resíduos secundários, pois o gelo seco sublima imediatamente após a liberação da energia, além de proporcionar enorme ganho de tempo, por não necessitar de desmontagem das peças. Outra característica diferenciada é não ser abrasivo, permitindo aplicação em superfícies extremamente delicadas como sensores, cabos elétricos, cerâmicas, entre outras superfícies.

Especializada no fornecimento de sistemas térmicos, a Importherm lança na Metalurgia os queimadores a Pellets da estoniana Pelltech, com alta tecnologia e distribuídos com exclusividade em todo Brasil. A tecnologia embarcada neste queimador é o diferencial em relação a outras opções disponíveis no mercado. O equipamento dispõe de alta eficiência e confiabilidade, o que traz grandes vantagens econômicas aos clientes que migram para este tipo de equipamento. Os queimadores a Pellets trabalham com biomassa originária de reflorestamento, ou seja, quase zero impacto em emissões de gases do efeito estufa, além disto possui eficiência de combustão superior a 90%, reduzindo os custos operacionais e impactos ambientais. Os queimadores Pellet são ideais para aplicação em fornos, estufas, fundição, caldeiras e aquecedores em geral, com simplicidade e eficiência em sua aplicação.

O destaque no estande da Inductotherm na Metalurgia é o sistema especialmente projetado para fundir pequenas quantidades de metal. O equipamento está preparado para fundir metais preciosos, não-ferrosos e ferrosos, e pode ser fornecido com fornos “SPO” (single push out) ou “Mini-Melt” acoplados. Os demais sistemas de indução flexíveis, inovadores, de alta qualidade e desempenho, também serão divulgados no estante da empresa. A Inductotherm está presente no Brasil desde 1972, com a fabricação de sistemas completos de indução para fusão, tratamento térmico, forja e solda de tubos, utilizados nas mais diversas aplicações da indústria metalúrgica e processamento de metais. O Grupo Inductotherm oferece a mais avançada tecnologia em equipamentos de indução para processamento térmico utilizados em fusão, aquecimento, tratamento térmico, forja, galvanização, revestimento, corte e solda de metais, entre outros processos.

Presença confirmada na Metalurgia deste ano, a JUNG Hormesa  apresentará soluções para fundição de alumínio com foco em eficiência energética e metalúrgica, além de alinhamento à Indústria 4.0. O forno a cadinho, por exemplo, é próprio para fundição de metais não ferrosos e o mais indicado em processos onde a prevenção contra a contaminação das ligas é imprescindível. Este equipamento conta com as versões fixa e basculante, que podem ser elétricas ou a gás. Para a manutenção de alumínio líquido e trabalho com injetora, o forno de espera JUNG Hormesa é perfeito para a finalidade. Possui revestimento altamente isolante, com capacidade para armazenar de 500 a 4.000 kg de alumínio com baixíssimo consumo energético. Outros equipamentos como a panela de espera e linhas completas voltadas à reciclagem de alumínio completam o portfólio.

Tradicional fabricante alemã de equipamentos para fundição, a Kuttner do Brasil, sediada em Contagem – MG, apresenta a KNBS - Kuttner no-bake solutions, resultado da aquisição da antiga IMF do Brasil, em 2017. A KNBS continua em sua sede em Piracicaba, SP, focando no fornecimento de equipamentos e soluções completas para fundições que produzem moldes e machos pelo processo cura-frio. Dessa forma, além da sua tecnologia consagrada em equipamentos para o processo de moldagem em areia verde, preparação de carga e carregamento de fornos e sistemas de despoeiramento, a Kuttner do Brasil expande sua atuação para fundições com processo no-bake.

A Messer Cuttings Systems é sinônimo de excelência em tecnologia de corte, com cinco plantas produtivas ao redor do mundo, fabrica máquinas de corte térmico para atender aos mais altos padrões da indústria de processamento de chapas metálicas. Na Metalurgia destaca um de seus carros-chefes, as máquinas MultiTherm, que remetem alta qualidade e produtividade. Essa família de máquinas promove o corte de chapas de aço e pode acoplar uma ferramenta específica para o corte de tiras de aço de carbono, específicas para fabricantes de estruturas. Seu grande diferencial está na capacidade de fabricar nove peças de uma vez (tiras de chapas), na possibilidade de produzir peças de estruturas metálicas em diferentes tamanhos e também no set-up todo automatizado, sem necessidade de intervenção humana. O equipamento realiza cortes a plasma (reto ou chanfrado), oxicorte com vários maçaricos, marcação ou uma combinação de todos esses processos, com unidades longitudinais dispostas lado a lado que garantem cortes de alta qualidade.

A solução de prototipagem rápida com fabricação de peças em ferro fundido a partir de modelos fabricados em impressoras 3D é o lançamento da Minatti na Metalurgia 2018. A tecnologia permite grande velocidade na entrega de amostras e de pequenos lotes, para indústrias de manutenção de máquinas e equipamentos, reduzindo o custo de fabricação de peças diversas, de acordo com a necessidade. A solução permite ainda agilidade na fabricação de modelos brutos que serão fundidos em alumínio e posteriormente usinados em CNC. A Minatti dispõe ainda em seu portfólio segmentos de moldagem para atender uma variada gama de produtos e nichos de mercado. Dispõe de moldagem hidráulica semiautomática em areia-à-verde, moldagem em areia ligada com máquina de duplo giro para grandes séries e moldagem em areia ligada em carrossel para atender peças maiores com pequenos volumes e maior grau de complexidade. As peças são fabricadas em ferro fundido cinzento, nodular e branco, além de algumas ligas de aço, em tamanhos que variam de 0,2 kg a 3.500 kg.

O controlador digital da operação dos fornos de indução Digitherm é o destaque da Servtherm em seu estande na Metalurgia. Desenvolvido com tecnologia de ponta, esse gerenciador de fusão evita o sobreaquecimento da carga de metal líquido, resultando na redução de custos e melhor resultado metalúrgico. O Digitherm permite um controle efetivo de produção por meio de registros eletrônicos de carga, de manutenção pelo registro eletrônico de parâmetros elétricos, condições de operação e registro de falhas do sistema e possibilita o diagnóstico remoto por meio de link de internet, acelerando o diagnóstico de falhas. A Servtherm dispõe de linha completa de fornos de fusão, aquecimento por indução, vendas de peças de reposição, serviços de reformas para fornos de todas as marcas e assistência técnica. Com sede em Joinville e unidade no México, atende todo o mercado brasileiro e América Latina, e mantém parceria com a alemã Otto Junker, líder no mercado europeu.

A STEINERT Latinoamericana, líder mundial em tecnologias de separação, apresenta na Metalurgia 2018 a mais recente versão do Separador Eddy Current, chamado de EddyC Fines, desenvolvido para viabilizar a triagem de materiais finos. Separadores Eddy Current são utilizados na separação de metais não ferrosos misturados a materiais não metálicos, como plásticos, borracha, areia, vidro, entre outros. O EddyC Fines foi desenvolvido para executar essa mesma tarefa, porém em frações finas, na faixa de 0 a 10 mm. Dentre suas principais aplicações, destacam-se: plantas de processamento de sucata metálica, recuperação de metais da areia de fundição, plantas de tratamento de lixo urbano, plantas de reciclagem de outros materiais, entre outras. O principal diferencial dos Separadores Eddy Current da STEINERT é o seu sistema de polos excêntricos, desenvolvido e patenteado pela empresa, que permite aumento considerável da recuperação de metais e prolonga a vida útil do equipamento. O EddyC Fines também possui grandes melhorias no aspecto de operação e manutenção. Todos os ajustes possíveis no equipamento foram otimizados e podem ser feitos de forma bastante simples, facilitando muito o trabalho do operador. Outra vantagem que ele apresenta é o sistema de troca rápida da correia, que pode ser substituída em até 10min. Além dos diferenciais acima, o EddyC Fines conta também com a robustez característica dos equipamentos da STEINERT, podendo operar nos ambientes industriais mais agressivos, como plantas de processamento de sucata e plantas de tratamento de resíduos.

A Tecjato atende os clientes com o que há de mais moderno, em produção de máquinas para esse mercado de jateamento. Dispõe da mais completa linha de acessórios para todos os modelos de jateamento e todos os produtos passam pelos mais rigorosos controles de qualidade para oferecer a compatibilidade de montagem esperada pelo cliente. A empresa expandiu suas atividades para a fabricação de granalha de aço. As granalhas de aço esféricas (Techshot®), produto patenteado tem como vantagens a precisão no controle de rugosidade no jateamento, uniformidade na estrutura e dureza, alta capacidade de repulsão e baixo tempo de jateamento gerando economia.

Talhadeiras, cunhas, marretas e martelos de alto rendimento são os destaques da TF Metais no estande da Metalurgia. As ferramentas são projetadas pelas equipes de técnicos, engenheiros metalurgistas e mecânicos especializados na avaliação das necessidades dos clientes e desenvolvimento de projetos especiais em ferramentas e peças com foco constante em maior rendimento, tendo como estratégia o desenvolvimento do melhor material e tratamento térmico adequado para cada aplicação. A empresa conta ainda com laboratório para ensaios de Dureza, de Impacto Charpy, Análise de Falhas (MEV e EDS), Metalografia Quantitativa, Macrografias Digitais e Líquido Penetrante. Com sede em Joinville, SC, a TF Metais atende indústrias dos mais diversificados segmentos.

 

Insumos e serviços para fundição

A Carbonífera Belluno aproveita a presença na Metalurgia 2018 para expor suas soluções em insumos para fundições. O Coque fundição é utilizado em fornos cubilô e o Cardiff aplicado em sistemas de moldagem de areia verde. A Carbonífera Belluno tem uma diversificada atuação, abrangendo a extração e beneficiamento de carvão, transporte e comunicação. Dispõe de reservas de carvão bruta de aproximadamente 138 milhões de toneladas, localizadas em diversas regiões do sul de Santa Catarina. Os carvões atendem os mercados termelétrico, alimentício, cerâmico, fertilizantes, siderúrgico, cimento, petroquímico, entre outros.

Na Metalurgia, a Carvogusa expõe os seus insumos para as indústrias de fundição como carvão Cardiff, coque metalúrgico, carburante, carvão mineral com alto e médio volátil, carvão antracito, pirita, coque verde, carvão térmico e coque breeze. Além da indústria de fundição os produtos são fornecidos para os segmentos de metalurgia, siderurgia, cimenteiras, cerâmicas entre outras. A Carvogusa é uma empresa voltada ao fornecimento de carvão nacional e importado, atendendo o mercado brasileiro por meio de parcerias com as empresas Carbonífera Metropolitana e o Grupo Minas Gusa. Com sede em Criciúma (SC), a empresa busca processar e oferecer soluções com padrão.

A Elkem, uma das maiores fabricantes de ferroligas no mundo, participará na Metalurgia 2018. Nesta edição destacamos 2 novos produtos, o Tenbloc®, o Superseed® Extra Alumínio e o lançamento da primeira planta industrial de ferroligas do grupo na América do Sul. Tenbloc® – são blocos de inoculante utilizados para inoculação dentro do molde, formulados para uso em ferros fundidos cinzento e nodular. Com diferentes composições químicas, os blocos são fabricados com método de metalurgia do pó com pesos e dimensões acuradas de 5g até 500gr. Além dele, lançamos também o Superseed® Extra Alumínio, um potente inoculante para ferros fundidos cinzentos que reduz o coquilhamento em sessões delgadas, melhora a usinabilidade e aumenta a resistência à tração. A Elkem reforça a estratégia em melhor atender seus clientes na América do Sul com o lançamento da primeira unidade de produção de ferroligas localizada na cidade de Limpio, no Paraguai.

Especializada na comercialização de ferro ligas para produção de ferro cinzento e nodular, a Frog Minerais participa da Metalurgia e demonstra toda a estrutura de estocagem e logística, além da capacidade de produzir inoculanates, ligas nodularizantes, cored wire e ligas aluminotécnicas. Conta com laboratório próprio de fluorescência com raio x de última geração e outros equipamentos com a finalidade de assegurar a qualidade das matérias-primas utilizadas e dos itens de fabricação própria. Os produtos são customizados de acordo com as necessidades dos clientes, abrangendo distintas composições e granulometrias para atender todos os tipos de processos e particularidades de cada fundição. Os produtos Frog são reconhecidos pela alta performance e rendimento superior a outras opções do mercado, devido a esses cuidados no processo produtivo. Entre as vantagens destacam-se a menor geração de escória, baixa geração de contaminantes, alta estabilidade de liga ferrosa a ser fundida, maior tempo de fading e melhor relação custo-benefício ao processo produtivo.

Especializada em serviços de Injeção Sob Pressão em Alumínio e usinagem, a Fundipress divulga na Metalurgia a entrega de uma solução completa aos seus clientes, por desenvolver os produtos dentro das normas e especificações exigidas, acompanhando desde a construção do molde até a entrega do produto final. Atende diversos segmentos da indústria nacional e internacional, em especial a linha branca, automotiva, automação e construção civil, conta com uma equipe técnica capacitada que têm como objetivo atender as necessidades e normas de cada cliente.

O ICZ Instituto de Metais Não Ferrosos divulga a tecnologia diferenciada de galvanização por imersão a quente que proporciona dupla proteção contra a corrosão, por barreira e catódica. A galvanização por imersão a quente é um processo que reveste o aço com zinco através de uma reação metalúrgica em um banho de zinco fundido a 450 graus. O objetivo é aumentar a vida útil do aço pela proteção contra a corrosão, diminuindo custos de manutenção e proporcionando uma solução sustentável, considerando que o aço e o zinco são 100% recicláveis. A galvanização por imersão a quente é aplicada em estruturas metálicas e nas armaduras (vergalhões) de aço do concreto armado. Na proteção por barreira o revestimento de zinco isola todas as superfícies internas e externas de contato com os agentes oxidantes presentes no meio ambiente. Isso ocorre devido a penetração do zinco na rede cristalina de metal base, resultando em difusão intermetálica, ou seja, na formação de ligas de Fe-Zn na superfície de contato. O processo torna o revestimento integrado, desde o metal base até a superfície, onde a camada formada é de zinco puro. Na proteção catódica, além da proteção mecânica (barreira), nesse processo utiliza-se zinco para a proteção catódica sobre a peça. A escolha do zinco nesse processo se justifica por ter potencial de redução menor que o ferro, ou seja, oxida com mais facilidade, o que origina a proteção catódica. Como o zinco oxida preferencialmente ao aço, sacrifica-se para proteger o ferro. Esse processo aumenta a proteção em casos de danos que provoquem cavidades (riscos) na camada de zinco. Os sais de zinco formados na corrosão, por serem aderentes e insolúveis, se depositam sobre a superfície exposta do aço, isolando-o novamente do ambiente, processo este que se assemelha a uma cicatrização.

Com 59 anos de presença no mercado, a Mineração Jundu expõe na Metalurgia a linha de produtos para o mercado de fundição que abrange soluções para areia base e para processo shell molding. As areias são extraídas de jazidas próprias, abundantes e com minérios de excelente qualidade. São comercializadas em diferentes granulometrias e níveis de resistência, atendendo as especificações dos processos utilizados na fabricação de machos e moldes de areia.Para garantir a qualidade e os requisitos técnicos especificados pelo mercado, a Jundu mantém um rigoroso sistema de controle de qualidade que começa na exploração da mina, por meio de softwares especializados que definem os critérios de lavra de forma controlada e otimizada. Entre os diferenciais da empresa destacam-se a prestação de serviços técnicos com profissionais qualificados e laboratórios equipados.

A LIASA foi a primeira empresa capaz de produzir silício metálico na América Latina, consolidando-se nesta grande região, no decorrer dos anos, como líder de produção. Desde então, a LIASA alia sua experiência produtiva ao compromisso de qualidade perante seus clientes, atendendo com excelência o mercado silício metálico com grau de pureza superior a 99,6%. O Silício Metálico é utilizado na fabricação de mais de 10.000 produtos, dos quais boa parte estão presentes no dia-a-dia das pessoas e na produção industrial, como, por exemplo, ligas de alumínio, silicones, painéis solares, semicondutores e refratários. E para que seu produto chegue a todos, a LIASA possui logística adequada a atender os mais diversos mercados, sendo que atualmente atende, principalmente, Europa, Ásia, América do Norte e Oriente Médio. Os investimentos tecnológicos da empresa estão alinhados ao desenvolvimento sustentável, sendo a primeira empresa do mundo a desenvolver tecnologia capaz de utilizar o carvão vegetal, de florestas plantadas de eucalipto, como redutor para sua produção.

Com foco na qualidade e cuidados na produção de ligas de zinco são os diferenciais que a Minam Metais destaca em seu estande na Metalurgia. A empresa fabrica todos os tipos de ligas de zinco, em especial as ligas Zamac 3, 5 e 8 mais utilizadas no mercado nacional. Os produtos são utilizados como matéria-prima para a injeção e fabricação de peças para os segmentos: automotivo, moveleiro, linha branca, coureiro calçadista, metais sanitários, sistemas de cocção a gás, brindes, medalhas esportivas e semijoias.

A Morganite lança globalmente revestimentos de tecnologia diferenciada para cadinhos, que serão apresentados na Metalurgia. Tratam-se de três revestimentos para aplicações específicas. O Star Coating destina-se a aplicações de fusão de alumínio de alta pureza (99,999%), alumínio e suas ligas, e fusão de metais preciosos. Tem a vantagem de baixa aderência de escória, baixa ou inexistente contaminação de metal fundido e proteção contra componentes agressivos usados no metal fundido. O RestCoat coating é aplicado em cadinhos para fusão de cobre e cobre e suas ligas (com ou sem elevado uso de fluxo), e refino de metal precioso. Tem excepcional resistência química e erosão mecânica, baixa molhabilidade e consequente baixa aderência de escória. Estudos de caso mostram o aumento de vida útil em até 80%. O PureCoat coating destina-se a aplicações típicas de fusão de ligas de cobre e destilação de zinco. Tem vantagem de baixa molhabilidade e consequente baixa aderência de escória. Estudos de caso mostram o aumento de vida útil de até 30%. A empresa investiu em estudos científicos para a definição de processos, devido a escala nanométrica dos revestimentos. Outro produto de destaque são os cadinhos isostáticos que possuem excelente propriedade de condutividade térmica e homogeneidade estrutural, proporcionando maior vida útil da peça e economia de energia para o cliente.

O Supergraf, carburante fabricado a partir do grafite natural cristalino, é o destaque da Nacional de Grafite em seu estande da Metalurgia. É um produto especialmente desenvolvido para adição de carbono em aço e ferro fundido e está disponível em diversos perfis granulométricos e com diferentes teores de concentração de carbono. O teor de carbono do Supergraf é controlado e monitorado na linha de produção, garantindo as exigências da aplicação e os baixíssimos níveis de impurezas. Por não absorver umidade, possibilita a armazenagem por longos períodos, desde que alocado em estrados e protegido da umidade. O Supergraf diferencia-se pela rápida capacidade de absorção, alta concentração de carbono, baixíssimo teor de enxofre, nitrogênio e outras impurezas, é resistente a oxidação e a produtos químicos. Tem a vantagem de não ser um subproduto proveniente de outros processos, não causa danos ao meio ambiente ou riscos à saúde e não oferece riscos de explosão. É distribuído em embalagens seguras e adequadas, por meio de paletes em sacos de 25kg ou big bags. É utilizado principalmente em ferro cinzento, nodular, branco, maleável e vermicular, cored wire (tubo recheado), aços especiais, pastilhas e sapatas de freio.

A mais avançada tecnologia em usinas de oxigênio disponível no mundo será o destaque da PCI Gases em seu estande na Metalurgia. A tecnologia, desenvolvida na matriz no EUA é aplicada na fabricação de usinas de oxigênio DOCS ENERGY na unidade brasileira do grupo e contam com diversificados diferenciais. Garantem eficiência energética por meio do controle inteligente inverte onde o consumo de energia varia conforme a necessidade de produção de oxigênio, assegurando economia nos custos operacionais e na vida útil do equipamento. O monitoramento remoto é outra vantagem por facilitar o gerenciamento na produção de oxigênio. O acesso é feito por meio de computador, tablet ou smartphone, permitindo que o cliente tenha acesso total ao desempenho, qualidade operacional e solução de possíveis problemas operacionais. As usinas de oxigênio DOCS Energy são desenvolvidas para diferentes segmentos com a aquacultura e hospitalar. A PCI Gases é a única empresa a contar com a tecnologia inverter, o que garante uma redução significativa no consumo de energia e, por consequência, reduz os custos operacionais como logística e elimina a emissão de gás carbônico no ciclo de produção. Outra vantagem é que os equipamentos não utilizam óleo, o que reduz drasticamente os riscos de contaminação ambiental.

Especializada em produtos químicos, a Quimidrol leva para a Metalurgia a recém lançada linha ECO que utiliza em suas formulações produtos químicos provenientes de fontes renováveis que causam baixo impacto ambiental e ao ser humano. Os produtos têm baixa reatividade dos vapores de solventes liberados, com redução de impacto ambiental de 70 a 90%, comparado a produtos convencionais. A empresa atende diferentes segmentos industriais por meio de ampla linha de produtos químicos. Para a indústria metalmecânica dispõe de produtos para limpeza, desengraxantes, removedores e decapantes ecológicos de baixa toxicidades e odor, e não inflamáveis. As matérias-primas utilizadas tem taxa de biodegrabilidade superior a 60%.

Mais de 120 mil tipos de produtos estão entre as soluções disponibilizadas pela RHI Magnesita para os processos industriais de alta temperatura. A variedade de opções vai de tijolos e misturas de forro, a produtos de controle de fluxo como portas, corrediças, bocais e plugues. A empresa detém a liderança global na aplicação de tecnologia para produzir produtos refratários de forma eficiente e sem prejudicar pessoas ou o meio ambiente. Por meio da digitalização, robotização, automação e novos materiais, asseguram fábricas mais limpas e ecológicas. Os produtos refratários são utilizados em todos os processos industriais de alta temperatura do mundo. Sua função é conter os materiais com segurança enquanto eles são queimados, derretidos, explodidos, fundidos e moldados, além de proteger os equipamentos contra a tensão térmica, mecânica e química.

Importadora e comercializadora de bentonita, a espanhola TOLSA divulga na Metalurgia a tecnologia e inovação disponível para o desenvolvimento de fórmulas de elevado rendimento que respondem aos requisitos da areia verde durante o processo de fundição. A inovação permite fornecer produtos a base de bentonita para as mais diversas necessidades do mercado de moldes de areia verde. As propriedades estruturais das bentonitas TOLSA permitem oferecer a estabilidade térmica necessária durante o processo de fundição com areia. A gama de produtos HYBOND® conta com o apoio das equipes técnicas e de investigação, que se dedicam exclusivamente à comprovação dos parâmetros de qualidade das bentonitas. Desta forma, garante que os produtos cumpram os requisitos exigidos obtendo homogeneidade constante, que proporciona as condições necessárias para a fundição de peças complexas, produzidas com maior precisão. Dispõe ainda de assistência técnica personalizada durante todo o processo.

Prestadora de serviços de consultoria em processos de aquecimento por indução, a Unica destaca a Metalurgia a sua expertise nessa área com o desenvolvimento de soluções sob medida para as necessidades e demandas de cada empresa. A consultoria atua em todos os processos de aquecimento por indução, com foco na estratégia produtiva e maximização de resultados. O completo portfólio de serviços, permite atuar em variados processos de ponta-a-ponta, do diagnóstico e análise, passando pela implementação até a mensuração da eficácia. A Unica auxilia os clientes desde a concepção do projeto até o gerenciamento dos fornecedores. Identifica possíveis problemas no processo, produto, equipamentos ou capacitação dos profissionais, todos fatores que podem interferir nos resultados de uma organização. Os serviços aplicam-se a processos de aquecimento, fusão de metais, tratamento térmico e solda de tubos. Todo o processo é conduzido por meio de sistemas com avançadas tecnologias, eficiência e confiabilidade.

A linha completa de granalhas de aço, carbono e inox e soluções para aprimorar as operações de jateamento são os destaques da W Abrasives em seu estande na Metalurgia. Entre as inovações está a granalha híbrida que possibilita maior redução de custos operacionais. Os diferenciais da empresa estão voltados a inovação constante e priorização da equipe de gerenciamento, alocando um número expressivo de profissionais e recursos para essa finalidade, principalmente em pesquisa e desenvolvimento. W Abrasives é líder mundial em granalha de aço por meio de seus produtos premium, serviços exclusivos e tecnologias inovadoras.

 

Serviço

Metalurgia 2018 – Feira e Congresso Internacional de Tecnologia para Fundição, Siderurgia, Forjaria, Alumínio e Serviços

Data: 18 a 21 de setembro de 2018

Horário: 14h às 21h

Local: Centro de Convenções e Exposições EXPOVILLE - R. XV de Novembro, 4315 - Glória, Joinville – SC

Realização:

Apoio:

Organização: Messe Brasil

Credenciamento de visitantes: www.interplast.com.br

Entrada permitida a partir de 14 anos


Assessoria de Comunicação – Messe Brasil

Simone Hülse Feuser – 47 99911-5501 – simone@hfcom.net.br